• Zuppet

10 situações que só quem tem um pet vai passar

Existem certas situações que só quem tem na família um bichinho de estimação vai passar. Um bom exemplo é quando estamos passeando com nosso pet e acontece alguma situação inusitada no meio do caminho. Só pelos olhares das pessoas ao redor é possível distinguir quais deles também possuem um animalzinho em casa.

É comum sermos chamados de doidos por aí, mas a gente não liga. Sabe por que? Porque essa relação incondicional de amizade cria um laço inigualável entre nós e nossos pets, porque os consideramos parte da família e, principalmente, porque eles retribuem em dobro cada gesto de carinho que temos com eles.

Pensando nisso, separamos 10 situações que só quem tem um pet em casa vai se identificar:

1 – Conviver com arranhões em braços e pernas – Eles são ávidos por carinho e, por vezes, um pouco geniosos. Quando nossos pets clamam por atenção, fazem isso de forma mais eficaz que conhecem: raspando na nossa pele suas unhas e garras, que eles parecem fazer questão de manter afiadas. Isso produz uma série de cicatrizes em sequência que, depois de um tempo, são incorporados à nossa rotina.

2 – Conviver com pelos em todas as roupas – os pelos fazem parte da fofura e do charme dos cães e gatos. Quem nunca sorriu ao ver seu pet descabelado ou com uma espécie de topete involuntário causado por brincadeiras que eles realizam com eles mesmos? Seria melhor que esses pelos não viessem parar todos nas nossas roupas? Sim. Mas a gente acaba se acostumando.

3 – Ser recebido com um entusiasmo inigualável – todos os dias quando voltamos para casa, nossos pets fazem parecer que ficamos semanas longe. Ser recebido com latidos, pulos, ronronares e carinhos é muito divertido.

4 – Medir o humor pela posição do rabo – quando os cães começam a balançar o rabo ou os gatos se aproximam com o rabo para cima, já sabemos que eles estão empolgados e querem compartilhar sua alegria com a gente. Os animaizinhos de estimação não falam, mas para quem presta atenção, eles têm formas muito eficazes de se comunicarem.

5 – Possuir um despertador vivo – quem nunca planejou dormir até mais tarde naquele dia de folga e foi acordado ainda mais cedo do que o normal pelo seu bichinho de estimação? Se para ele é hora de acordar, porque para você não seria? Quando um caminhar por todo o seu corpo ainda amortecido de sono não funciona, uma lambida na cara serve como recurso para acordar o companheiro de brincadeiras.  

6 – Ameaçar com um banho – os pets também têm seus momentos de birra e precisam ser educados, mas às vezes pegamos pesado nas ameaças e vamos direto para o que eles

| SIGA NOSSAS PEGADAS

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Blogger ícone social

| HEY, DEIXE SEU E-MAIL E RECEBA NOSSAS NOVIDADES E DESCONTINHOS!!!

| PAGUE COM

Zuppet Comércio de Artigos de Pet Shop LTDA - CNPJ: 32.822.221/0001-31  - Rua Odilon Pratti, 627 - Farroupilha - RS - CEP 95174-012

Copyright© 2020 Zuppet - Todos os direitos reservados